Ambiente de Homologação

Vagner Love pede concentração após empate e vê Corinthians na briga pelo Brasileirão

Camisa 9 alvinegro exalta melhora do time nos últimos jogos e projeta embate contra o Fluminense

10/09/2019 14h57 Agência Corinthians

A- | A+
  
Foto: Daniel Augusto Jr./Ag.Corinthians

O Corinthians voltou ao trabalho na tarde desta terça-feira após a última rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol da Série A 2019, quando empatou em 2 a 2 com o Ceará em jogo válido pela 18ª rodada, no sábado. Antes da movimentação ocorrida no CT Dr. Joaquim Grava, Vagner Love falou com a imprensa.

O atacante admitiu que o resultado obtido no fim de semana não foi o esperado. No entanto, exaltou a melhora do time ao longo dos últimos dois meses, desde a pausa da Copa América, quando o time tirou grande diferença de pontos para os times do topo da tabela e se colocou no G-4 do torneio.

Perguntado sobre os empates nos jogos na Arena Corinthians, Love pediu que o clube olhe para frente e siga trabalhando para que os resultados inesperados não se repitam.

“Temos que analisar os erros que estamos cometendo para não empatarmos mais jogos em casa. Contra Flamengo, Palmeiras e Ceará poderíamos ter saído com os três pontos e estarmos melhor na tabela. Mas não adianta chorar pelo leite derramado. É trabalhar e fazer diferente nos próximos jogos”.

O atacante afirmou que mesmo em meio à Conmebol Sul-Americana – o Corinthians enfrentará o Independiente Del Valle (EQU) na próxima semana, pelo jogo de ida da semifinal do torneio -, o Timão seguirá na disputa pelo Nacional.

“Temos chances, acredito muito nisso. Já estivemos a 13 pontos do primeiro colocado e hoje são sete, para um campeonato que não terminou o primeiro turno ainda. Acredito no Corinthians na briga”, sentenciou.

Pensando na partida contra o Fluminense, Love afirmou não ver tanta diferença no local do jogo. O time carioca mandará o confronto em Brasília, no estádio Mané Garrincha, neste domingo (15), às 16h.

“Esse negócio de jogar em outro campo pra mim é muito relativo. Pressão é em todo lugar, todo mundo quer correr contra o Corinthians, (os adversários) jogam diferente contra o Corinthians. O Fluminense vai querer impor o seu ritmo, talvez não tenha tanto apoio da torcida, e talvez a gente tire algo disso, mas é praticamente campo neutro”, explicou.

Tags: Futebol, Notícias

Categoria(s): Futebol