Ambiente de Homologação

Há 17 anos, Liédson fazia último gol em sua primeira passagem pelo Timão

Atacante foi negociado com o futebol português após seis meses e retornou ao clube oito anos depois

29/06/2020 09h00 Agência Corinthians

A- | A+

Foto: Renato Pizzutto/Placar


Há exatos 17 anos, no dia 29 de junho de 2003, um dos ídolos da história recente do Corinthians fazia seu último gol pelo clube em sua primeira de duas passagens. Liédson balançava a rede com um golaço e ajudava a equipe a vencer o Fluminense por 1 a 0, semanas antes de ser vendido para o futebol europeu.

Baiano da cidade de Cairu, Liédson da Silva Muniz havia chegado ao Timão em janeiro daquele ano, vindo de uma fase de artilharia nas duas equipes por onde havia passado em 2002. Dentro de campo, provou sua eficiência logo de cara com velocidade, chutes certeiros e cabeçadas firmes do alto dos seus 1,76m.

O Timão já havia sido campeão Paulista meses antes, derrotando o São Paulo com duas vitórias por 3 a 2. Na ocasião, disputava o Campeonato Brasileiro e recebia o Fluminense no Pacaembu. O técnico Geninho havia decidido escalar o onze inicial com: Doni; Rogério, Anderson, Fabio Luciano e Kleber; Fabinho, Pingo e Jorge Wagner; Leandro, Liédson e Gil. Entrariam no segundo tempo Fabrício, Fininho e Renato nos lugares de Pingo, Kleber e Leandro.

Dentro de campo, o Timão tinha certa dificuldade para fazer boas jogadas pelo centro do campo. Assim, pelos lados saiu o gol de Liédson. E foi um golaço: Gil driblou a marcação e cruzou à meia altura, e o então camisa 9 (havia começado a temporada com a 17 no Paulistão) completou com um voleio na pequena área, indefensável para o goleiro do time carioca.

Liédson fazia assim, com uma pintura, o que seria seu último gol com a camisa do Corinthians. Ele disputou mais algumas partidas e foi vendido para o Sporting (POR) em agosto daquele ano. Mas nem ele, nem a Fiel saberiam que em fevereiro de 2011 ele retornaria ao clube para jogar por mais um ano e meio, e conquistaria os títulos do Brasileirão (2011) e da Conmebol Libertadores (2012).

Tags: Notícias, Futebol

Categoria(s): Futebol